Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

MACACOS ENCONTRADOS MORTOS COM SUSPEITA DE FEBRE AMARELA EM TIBAGI - Rádio Itay 88 FM

MACACOS ENCONTRADOS MORTOS COM SUSPEITA DE FEBRE AMARELA EM TIBAGI

MACACOS ENCONTRADOS MORTOS COM SUSPEITA DE FEBRE AMARELA EM TIBAGI

Corpos de 2 macacos foram encontrados no último sábado, 18 de maio, na região do Guartelá em Tibagi-PR,  e existe suspeita por parte da Secretaria Municipal de Saúde que estes animais podem ter sido vítimas de febre amarela. Os corpos dos primatas foram encaminhados ao Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) para serem feitas as análises e a confirmação se as mortes foram mesmo por esta doença. Segundo a Secretaria de Saúde, os macacos encontrados mortos não são motivos de pânico e a vacina está à disposição de toda população nos postos de saúde do município; informou também que a vacina é apenas uma dose única e quem já vacinou uma vez não precisa vacinar novamente.

Febre amarela

Segundo o Secretário Municipal de Saúde de Tibagi, os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela para os humanos. Conforme o mesmo, a morte dos animais pode auxiliar na confirmação da existência da doença no município.

Segundo informações da SESA, a febre amarela silvestre é uma doença infecciosa febril aguda causada pelo vírus da febre amarela. Ela é transmitida por mosquitos do gênero Haemagogos a pessoas não vacinadas que adentram áreas rurais, matas, rios, parques, reservas ou localidades que já tem casos confirmados da doença. A forma urbana da doença é quando ocorre transmissão da mesma pelo Aedes aegypti e não ocorre desde 1942.

Os sintomas iniciais da febre amarela são febre alta de início súbito, associada a dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômitos, dor no corpo, dor abdominal: ou seja se confundem com outras doenças como leptospirose, gripe ou dengue. A febre amarela pode ter evolução rápida, em cerca de 10% dos casos, para formas graves com icterícia (amarelão da pele), dor abdominal intensa, sangramentos em sistema digestivo (vômitos ou fezes com sangue), pele ou urina e falência renal. Por isso a importância de identificar a doença precocemente para realizar os cuidados médicos necessários.

A vacina está disponível nas unidades de saúde de todo estado. Quem tem entre 9 meses de idade e 59 anos e nunca tomou uma dose deve se vacinar. .

Sinval Silva para a Itay 88 FM

Deixe seu comentário:

Desenvolvido por Anderson Lucas © 2019 - Todos os direitos reservados a Rádio Itay 88FM